quarta-feira, 6 de agosto de 2008

Byosoku go Senchimetoru ou 5 Centímetros por Segundo

Hoje recebi um email da Bárbara, a minha mais nova amiga blogueira. Nele, ela comentou que assistiu "não sei o q, 5cms", o me fez lembrar de quando eu assisti e escrevi sobre esse anime. Além dele ser visualmente lindo, também tem uma história tocante, o que me despertou a vontade de escrever sobre ele.


Então, quando estava cogitando sobre como seria o texto, um acontecimento fez com que ele se tornasse uma possível matéria para um site. Após ter participado da Blogagem Inédita do Interney, em Março, recebi um email de um site me convidando para fazer parte do projeto deles. Gostei do convite, refleti sobre as possibilidades e aceitei. Eles me ofereceram uma coluna para que eu falasse daquilo que eu gostasse. Pensei em falar sobre Animação, escrevendo sobre desenhos de diversas nacionalidades, técnicas, etc.


E, para a primeira matéria, resolvi falar do recém visto Byosoku go Senchimetoru ou 5 Centímetros por Segundo. Preparei o texto, enviei-o com algumas imagens sobre o anime e conversei com o organizador mais algumas vezes pelo Gtalk, acertando sobre a coluna.


Tudo aconteceu muito rápido. E, assim como começou, rapidamente terminou. Não sei se foi algo que eu disse (falávamos sobre gosto musical), mas nossas conversas foram interrompidas (talvez por uma queda do servidor) e nunca mais foram retomadas. Não me lembro na época porque eu não tive a iniciativa de procurá-lo novamente (acho que principalmente pelo fato de que ele disse que iria colocar o que eu escrevi no site e nunca colocou), o tempo passou e a matéria ficou parada, pronta e inédita. Por isso, após ler o email da Bárbara, resolvi publicá-la.


Ela seria assim:


"Byosoku go Senchimetoru ou 5 Centímetros por Segundo




Se você gosta de animações, você está no lugar certo. Aqui você encontrará várias matérias sobre animes, dos clássicos antigos aos mais recentes. Você também vai ter a oportunidade de saber mais sobre desenhos de outras nacionalidades e aprender sobre vários tipos de animação, como a animação tradicional, a stop motion ou a animação por computador. As matérias serão fruto de horas de pesquisa desta entusiasta dedicada, que procura trazer o mundo das animações mais perto dos seus fãs. E aí, se interessou? Então seja bem vindo à nova coluna do *** ***!


Para a matéria de estréia, falarei sobre a primorosa animação japonesa Byosoku go Senchimetoru ou 5 Centímetros por Segundo, que é um anime do elogiado diretor Makoto Shinkai. Com aproximadamente uma hora de duração, ele é dividido em 3 curtos capítulos que são mostrados em sequência: Okasho, Cosmonaut, and Byosoku go Senchimetoru .


O anime é uma obra de arte, com cenários com muita cor e brilho, que realmente elevam a animação a um novo patamar. Quando vi uma imagem dele em um site, decidi imediatamente que queria assisti-lo, mesmo ser ter detalhes da narrativa. E, para somar à sua beleza, o enredo é bom, cuja história é centrada num garoto chamado Takaki Tono. Tudo desenrola-se no Japão, com início nos anos 90 e terminando nos dias atuais. Tohno Takari e sua amiga de infância Shinohara Akari são separados pela mudança dos pais de Akari, que vão trabalhar em outra cidade. Os dois amigos passam então a se comunicar por cartas, procurando manter a ligação entre eles, mas temendo que talvez nunca mais se vejam. Então, Takaki decide visitar Akari


É uma bela história, onde você realmente se sente conectado aos personagens e, como não quero estragar a surpresa de quem ainda não viu, vou para de contá-la por aqui.


Makoto Shinkai disse que a sua produção procurou mostrar que apesar das situações tristes e dramáticas da vida, o mundo ainda brilha e nos ilumina com momentos bonitos e coloridos, fazendo com que nós continuemos a ter vontade de viver. Ele contou que procurou visitar as locações e retratar as cenas do nosso cotidiano de uma forma mais carinhosa, e revelou que o objetivo de suas animações é inspirar os outros.


Já resolveu assistir? Ainda não? Pois saiba que além das belíssimas imagens, ainda tem uma boa trilha sonora. Vale a pena conferir!Na próxima matéria falarei sobre stop motion e alguns filmes do gênero.
Até a próxima!"

Quem sabe eu não retomo a idéia da coluna e não escrevo mais sobre animação por aqui mesmo?


Se quiser saber mais sobre os blogueiro citados, passe em:


Bárbara:

http://barbarastracke.blogspot.com/

Interney:

http://www.interney.net/

3 comentários:

Bárbara Stracke disse...

Olha que eu virei notícia aqui!!! *_*

rsrs

Amei esse seu post. A matéria ficou muito massa e acho digna de ser publicada!

Exprime a idéia de saborear esse animé, maravilhoso e claro, 'góteco' ao seu estilo depressivamente realista!

As paisagens são fabulosas e a história é possível. Por isso gostei tanto.

Ah, que vergonha! não sabia o nome do filme! rsrsrs...
Eu achei que era sacanagem, qdo meu amrido me chamou pra assistir... ah, um desenho japonês chamado 5centímetros! 0.0'

Logo achei sacanagem... hehehe mas confesso que fiquei tocada com a qualidade do animé.

Outro que assisti por esses dias e amei: Totoro!

Ia postar sobre ele, mas meu tempo aqui está escasso. Se vc já viu, me diga o que achou.

Outro que vi nesse fdz foi a menina que conquistou o tempo!


Meoooo!!! esse aí eu dormi uma parte no final e quero rever. Deveras magnífico!!!

bem, fico feliz por vc ter se 're-entusiasmado' com a matéria. E espero que vc dê andamento a isso.

bjz

ps.: sobre o slide dos gatinhos, é do blog Gatoca. Não é de derreter um coração? ^^

Felipe disse...

Gostei do post, ficou muito bom.

Visualmente falando, o longa é perfeito, as paisagens são fantasticas, e, que coincidência, também fui levado a ver o anime por uma imagem onde 2 dos personagens estão olhando o horizonte. A história do anime é exatamente como eu gosto, cheio de nostaugia xD

Mário Régis G. Sudo disse...

Acabei de assistir o anime, o que me trouxe aqui a procura de "alguém" que tenha visto o anime para dividir a experiência comigo.

Morei no Japão entre 1990 e 2001, entre 93 e 95 morei nas cercanias de Omiya, Por onde o personagem passa de trem na primeira parte da história. Os desenhos não são apenas primorosos, mas exatos, as estações de Omiya, Kuki e Shinagawas são quase fotografias das estações verdadeiras.
5 centímetros por segundo, a velocidade em que a pétala da sakura cai. A Sakura, a tal flor da cerejeira como eh conhecida no Brasil, é um símbolo nacional no Japão, simboliza a beleza e perenidade da vida. 5 centímetros por segundo, é lento, suave, mas uma vez que passam não retornam mais e parece que é sobre isso que o anime trata, dos dias que passaram magicamente e que não voltam mais, lembra as obras literárias de Haruko Murakami.
Abraços