sábado, 27 de dezembro de 2008

Pérolas da Infância

Andei observando o que eu falo e o que minha filha me diz alguns dias depois:
  1. - Andei até ficar com o pé dolorido.
    - Pulei corda até ficar com meu pé dolorente.

  1. - Trabalhei tanto que estou quebrada!
    - Minha mãe trabalha tanto que fica quebradiça!

  1. - Acho lindo nado sincronizado!
    - Mãe, estamos andando com passos concentrados!




Alguns porquês tem respostas, outros, não. Que tal esse:
- Mãe, se passarinho não dá leite, porque essa marca se chama Ninho?

3 comentários:

Bárbara Stracke disse...

hauhuauhauha me divirto com essas pérolas!

o mais engraçado é vc ficar quebradiça! XD hauhuauhahua

ah! Sobre Rosamunde Pilcher, eu a conheci casualmente, qdo um livro de arquivo morto de biblioteca veio parar em casa.

recomendo.

bjz

Grahan disse...

Maravilhoso. Crianças são fantásticas!

Leo disse...

Muito bom o post! Quando era criança, acho que "por que" era a palavra que eu mais dizia. Essa curiosidade nata das crianças é fantástica!

Gostei muito do blog! Parabéns! Vou te linkar, tudo bem?

Até mais!