sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

A História Sem Fim, Michael Ende

Muitas pessoas já assistiram ou ouviram falar do filme, mas poucas são as que leram o livro. Através de 26 capítulos, iniciados pelas letras do alfabeto, o autor narra duas grandes aventuras. A primeira, conta como o menino Bastian Baltasar Bux rouba um livro misterioso e descobre que Fantasia precisa ser salva do Nada, que está aniquilando seus reinos e suas criaturas. A segunda aventura mostra como Bastian vivencia seu crescimento pessoal e oferece ao leitor uma oportunidade de reflexão. Um enredo cheio de surpresas e muita emoção!

Número de páginas: 400

Editora: Martins Fontes
http://www.martinseditora.com.br/detalhes.asp?ID=92019



Biografia de Michael Ende

Filho do pintor surrealista Edgar Ende, era alemão, nasceu em 12 de Novembro de 1929 e morreu de câncer no estômago em 28 de Agosto de 1995.
Ele era um dos mais populares e famosos autores do século 20, principalmente pelo sucesso de seus livros infantis. Entretanto, Ende não era apenas um autor dedicado às crianças, tendo também escrito livros para adultos. Ele dizia: “É pela criança que existe em mim e em todos nós que eu conto minhas histórias e meus livros são para crianças de 8 a 80 anos". Seus livros podem ser descritos como uma mistura de realidade com fantasia. O leitor é frequentemente convidado a interagir com a história e os mundos de seus livros costumam espelhar a realidade, usando a fantasia para trazer luz aos problemas da sociedade moderna.
Die unendliche Geschichte ( A História Sem Fim) é o livro de Ende mais conhecido.
Outros livros mais divulgados são Momo (Momo e o Senhor do Tempo) e Jim Knopf und Lukas der Lokomotivführer (Jim Knopf e Lucas, O Maquinista).
Seus trabalhos já foram traduzidos para mais de 40 línguas e venderam mais de 20 milhões de cópias, sendo muitas obras adaptadas para filme, peça de teatro e ópera.

Fonte:
http://en.wikipedia.org/wiki/Michael_Ende

5 comentários:

Leo disse...

Eu lembro vagamente do filme... Nunca tive a oportunidade de ler o livro. Pareceu-me muito bom, vou colocá-lo na lista de futuras leituras. [A lista tá crescendo rápido até demais, nem sei quando vai dar pra eu ler tudo que coloco nela... xD]

Até mais! ^^

Bárbara Stracke disse...

olha... eu estive com este livro em mãos... mas a pessoa que me emprestou , botou tanto terror para que eu não deixasse uma marquinha, tipo, entre-abrir o livro, para ler, senão abre demais e estraga ... [???] que deixei ele um mÊs parado na cômoda.

Devolvi praticamente intocado.
nem preciso dizer mais nada sobre o 'emprestador'.

ah! passa no meu Blog... tem um Meme para ti!

bjz

Andreia Doria disse...

Foi o um dos livros mais marcantes da minha juventude, me fez querer viver nesse mundo de fantasia onde o tempo nao existe e os sonhos sao eternos.Pessoas como Michael não morrem, sempre existira um pouco dele em cada pessoa que leu seus livros...

littlethoughts disse...

Fico muito feliz todas as vezes que vejo alguém que conhece um pouco mais de Michael Ende. Algumas coisas na postagem eu não sabia, muito obrigada.
Amanha eu vou apresentar um trabalho sobre esse livro (a professora me pediu para escolher meu livro preferido) e acabei caindo aqui no seu blog. Eu tenho um também :)
Mas adorei o seu, ele está muto bom! A postagem tambem!
abrçs :)

Lecio disse...

Eu apenas Li o Livro... Muito legal mesmo!
Percebi as cores das letras, bem bolado, vermelho: Real, Verde: Imaginário... E quando o Bastian passa a fazer parte da história do livro, a cor da letra da história Dele muda para verde.
Quando o Velho da Montanha Errante começa a reescrever a história, o livro dele ficou com letras avermelhadas e contou tudo o que aconteceu antes a qual o garoto estava lendo, no Mundo Real...
Esse livro é D+!